Egresso de graduação e de mestrado do UNINTA é aprovado em doutorado na UFC

Francisco Maick dos Santos Marques ingressou no UNINTA aos 18 anos para seguir a carreira que tanto desejava desde o ensino médio, a Nutrição. Estudante de escola pública, ele contou com o apoio do FIES para a formação e fez dessa oportunidade o começo de uma carreira promissora. Hoje, ele comemora a aprovação no doutorado e relembra os méritos da trajetória na graduação e, posteriormente, no mestrado na instituição, que cursou com bolsa integral, conforme política institucional de prêmio de mérito aos egressos da saúde.

O nutricionista decidiu logo no terceiro semestre do curso, inspirado em seus professores, que se dedicaria à vida acadêmica. “Assim que ingressei no curso de Nutrição, procurei fazer monitoria, iniciação científica, me envolver em projetos de extensão, publicar trabalhos científicos, porque eu sabia que isso poderia me deixar mais próximo de alcançar um mestrado e um doutorado, e deu certo”, conta.

Colecionando conquistas, a primeira delas veio no fim da graduação, quando obteve o Índice de Rendimento Acadêmico (IRA) mais alto da turma e foi contemplado com uma bolsa integral na Especialização em Saúde Pública e Saúde da Família. A premiação já é tradicional do UNINTA nas colações de grau, tanto para os cursos de ciências da saúde quanto para os de exatas e humanas.

Em 2019, Maick participou da seleção para a turma de Mestrado em Biotecnologia da instituição, na qual obteve êxito. Por ser egresso, ao ser aprovado, ele pôde estudar de forma gratuita e tornar-se mestre. “Sou muito grato ao UNINTA por me conceder uma bolsa integral para cursar o Mestrado e também por oferecer aos seus discentes as condições necessárias para se preparar para uma pós-graduação e encarar um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.”

Foram 6 anos e meio de empenho e realizações profissionais, tendo como segunda casa o Centro Universitário Inta. Prestes a iniciar o Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Morfofuncionais, da Universidade Federal do Ceará, em Fortaleza, na área de Neurociência, Maick faz planos para seguir a carreira de docente e leva a gratidão pelos seus professores e pelas bolsas que conquistou. “Sem a bolsa eu não teria condições de concluir o Mestrado em Biotecnologia”, conclui.

 

Publicações recentes