No atual contexto da pandemia, governos estaduais, por meio de seus decretos, têm requisitado cada vez mais a atuação de assistentes sociais para a condução de suas políticas públicas em saúde, assistência e previdência.

No Ceará, principalmente em sua região Norte, destaca-se a participação de egressos do Centro Universitário Inta – UNINTA na linha de frente, atendendo a população em situação de vulnerabilidade social. A profissão, regulamentada desde 1993, se demonstra ainda mais necessária tendo em vista o contexto da COVID-19. 

Segundo a Coordenadora do curso de Serviço Social do UNINTA, Profa. Esp. Nayara Machado, “os assistentes sociais conhecem de perto as necessidades da população e o território em que vivem. De acordo com nossa Lei de Regulamentação da Profissão (Lei 8.662/1993) e com o Código de Ética Profissional, não podemos negar atendimento, mesmo numa situação de calamidade pública, em que nossas vidas também correm riscos”. A docente reforça que é um dever ético continuar prestando auxílio à população brasileira.

A educadora conhece bem a qualidade da formação do curso no UNINTA. Egressa da Instituição, frisa que desde o princípio, o curso de Serviço Social do Centro Universitário Inta – UNINTA tem procurado oferecer uma formação que prepara os futuros profissionais para os inúmeros desafios que a profissão enfrenta em seu cotidiano. Por ser uma profissão generalista, o acadêmico recebe todo embasamento teórico-metodológico que o prepara para atuar de forma competente e comprometida com as mais diferentes situações e atribuições, sempre com ética e compromisso com a qualidade dos serviços prestados à população.

No atual contexto da pandemia, os assistentes sociais se perfilam como profissionais destacados para a convivência das sociedades. A coordenadora salienta que “diante de tantas incertezas e desafios, defendemos que nossa atuação profissional é fundamental, nesse momento, para que a população tenha acesso aos serviços de saúde, assistência e previdência social, além de benefícios eventuais que serão essenciais para a manutenção da vida dos mais vulneráveis”. O compromisso dos egressos de Serviço Social do UNINTA é o de sempre lutar por uma sociedade mais justa e igualitária, sem recuar das suas defesas e das suas funções.

Publicações recentes