Apresentação

O projeto Saber, Cultura e Arquitetura na América Latina têm o intuito de apresentar, por meio de uma exposição fotográfica, a relação interdisciplinar entre Filosofia, Teologia e Arquitetura na construção do conhecimento na antiguidade latino-americana. Filosofia, Teologia e Arquitetura se apresentam como as principais áreas de saber desenvolvidas na antiguidade, seja ela européia ou latino-americana.

  • O que constitui a grandeza do homem?
  • O que nos torna diferentes de todas as outras espécies?
  • Como nos tornamos o que somos?
  • O que nos possibilita desafiar as leis da natureza?

Perguntas como estas nos conduzem a uma reflexão sobre a grandeza do homem e a sua capacidade de superar limites e até mesmo as leis naturais. A resposta para tais perguntas podem ser encontradas em uma só palavra “razão”. O homem é o único ser capaz de produzir um saber que se manifesta através da cultura, arte e tecnologia e o que possibilita a construção desses conhecimentos é o seu desenvolvimento racional.

A filosofia como uma postura de reflexão crítica perante o mundo, possibilita compreender o mundo e seus fenômenos produzindo um amadurecimento intelectual e científico na construção do conhecimento, a Teologia como o estudo de Deus se apresenta como uma forma de saber peculiar sobre o divino e suas manifestações em uma determinada comunidade e a Arquitetura compreendida como uma técnica de construção e ocupação de espaço possibilita o homem expressar a sua grandeza racional e a sua crença no divino através de suas construções e seus monumentos. Nossa exposição fotográfica irá apresentar a interdisciplinaridade, dessas três áreas do saber, através de registros fotográficos realizados no Peru e na Bolívia.

Saber e Cultura no Peru

A sequência de fotos deste bloco apresenta a grandeza do homem ao projetar e construir a bela cidade inca Matchu Pitchu revelando assim todo um saber arquitetônico e cultural na construção deste patrimônio histórico considerado uma das sete maravilhas do mundo antigo. Machu Picchu também chamada “cidade perdida dos incas”, é uma cidade pré-colombiana bem conservada, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba, atual Peru. Foi construída no século XV, sob as ordens de Pachacuti. O local é, provavelmente, o símbolo mais típico do Império Inca, quer devido à sua original localização e características geológicas, quer devido à sua descoberta tardia em 1911.

Saber e Cultura na Bolívia

Neste bloco de fotos apresentaremos a cidade de La Paz capital da Bolívia e sua arquitetura sobre a Cordilheira dos Andes. Também apresentaremos dois sítios arqueológicos “Tiwanaku e Puma Punku” situados na Bolívia.

Perto do lago Titicaca, as impressionantes ruínas de Tiwanaku são o último vestígio de uma das mais duradouras civilizações da América do Sul. Anteriores às construções megalíticas dos incas, com pedras muito bem talhadas e alinhadas, as ruínas evocativas do deus criador Viracocha foram classificadas como Património Mundial pela UNESCO.

Puma Punku significa “A Porta da Puma” no idioma Aymara, e faz parte de um enorme complexo de templos em Tiwanaku, que é um dos mais importantes sítios arqueológicos da Bolívia. Mas só de olhar as ruínas de Puma Punku já ficamos intrigados e não conseguimos entender como tudo aquilo foi construído por uma civilização que ainda não conhecia nem a roda.

Autor

Prof. Me. Francisco Eliandro Souza do Nascimento

Ficha Técnica

  • Ensaio fotográfico: SABER, CULTURA E ARQUITETURA NA AMÉRICA LATINA
  • Fotógrafo: Prof. Me. Francisco Eliandro Souza do Nascimento¹ – Faculdades INTA
  • Data do ensaio fotográfico: Janeiro de 2016
  • Locais:
    • – Peru (Cusco, Matchu Pitchu, Lago Titicaca)
    • – Bolívia (Tiwanaku, Puma Punku, La Paz)
  • Equipamentos:
    • Câmera Digital S2980 4gb 14mp Zoom 18x Filma Em Hd – Fuji
    • Celular Motorola modelo XT1514
  • Curadoria: Prof. Me. Regina Raick – Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA

Mestre em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), possui graduação em Filosofia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú – (UVA) e Teologia pelas Faculdades INTA. Atualmente é professor dos cursos de Direito, Arquitetura e Educação Física das Faculdades INTA.

Projetos relacionados