UNINTA diploma novos mestres em Biotecnologia e Saúde Coletiva

O Centro Universitário Inta (UNINTA), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP), promoveu na quarta-feira, 9 de dezembro, a Diplomação dos novos Mestres em Biotecnologia e Saúde Coletiva. A solenidade teve início às 17h, e foi transmitida pelo canal oficial da AIAMIS, no Youtube.

A cerimônia aconteceu no auditório Oscar Spíndola Rodrigues, em formato presencial para os Pró-reitores, Diretores de Centro, Conselho de Pesquisa, Coordenadores de Cursos de Graduação e Mestrandos. Com números expressivos, foram diplomados 43 novos mestres, sendo: 28 do mestrado em Biotecnologia, e 15 concludentes em Saúde Coletiva.

A Profa. Me. Regina Maria Aguiar Alves, concluinte do mestrado em Saúde Coletiva, destaca a importância da formação de novos mestres. “É um momento de festa para o UNINTA, que hoje teve a alegria de diplomar professores em mestres, e assim faz crescer toda a instituição. É um ganho importantíssimo não só para a comunidade acadêmica, mas para toda a região da cidade de Sobral”.

Bastante atento à continuidade dos estudos dos acadêmicos, o UNINTA oportuniza diversas possibilidades de formação após a conclusão do curso. Além dos programas de pós-graduação presenciais e a distância nas mais diversas áreas, a instituição sobralense passou a contar também com um programa de Mestrado. Nesse programa, é oferecido aos candidatos egressos da instituição de ensino, a partir do semestre 2016.1, uma bolsa de 100% para cursar o mestrado, caso sejam aprovados na prova de seleção.

“Foi muito emocionante reencontrar todos, e reviver tudo que passamos, todas as dificuldades que vencemos. Hoje podemos olhar para trás e ver que deu tudo certo. Destaco também, a evolução do Mestrado no Uninta, o quanto a instituição vem crescendo e a gente crescendo junto com ela”, destaca a concluinte do mestrado em Biotecnologia, Sabrina Frota.

Mestrado em Biotecnologia do UNINTA

O Programa de Mestrado em Biotecnologia do Centro Universitário Inta (UNINTA), tem como objetivo geral formar pesquisadores e profissionais com uma sólida formação interdisciplinar, qualificados para o desenvolvimento de atividades de docência no magistério superior, pesquisa e/ou desenvolvimento tecnológico nas áreas de biologia e biotecnologia.

Mestrado em Saúde Coletiva

O mestrado é uma parceria do Centro Universitário Inta (UNINTA) com a UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas. Com duração de 24 meses, o MINTER (mestrado interinstitucional), faz parte de um programa da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) que habilita programas reconhecidos acima de nota 5 a saírem de sua sede e irem para uma instituição receptora.

Publicações recentes