O Centro Universitário Inta – UNINTA, tendo ciência de que a sensação de insegurança causada pelo movimento de paralisação da força policial militar interfere na percepção coletiva da segurança pública e estimula a difusão de boatos e informações não factuais, vem a público esclarecer que:

1. Antevendo eventuais situações de risco à integridade física de nossa comunidade acadêmica (discentes, docentes e colaboradores), o UNINTA reforçou preventivamente seu efetivo de segurança, concentrando sua força em locais estratégicos a fim de promover maior vigilância e segurança à livre circulação no turno da noite.

2. Tendo um dos maiores efetivos de segurança privada do estado, e tendo assumido postura preventiva para garantir a integridade da comunidade, o UNINTA manteve, com responsabilidade, a segurança dentro das suas instalações na noite do dia 19 de fevereiro.

3. Ainda que as atividades discentes tivessem sido mantidas, tendo tido conhecimento que algumas prefeituras não liberaram o transporte de seus acadêmicos e que alguns acadêmicos na cidade de Sobral evitaram sair às ruas na noite de ontem, a frequência às aulas foi facultada, sem prejuízo aos alunos ausentes.

4. Não é verdade que houve invasão à Instituição e que um acadêmico teria sido alvejado. Eventos externos a instituição foram contornados de forma ágil a proteger nossos acessos, estacionamentos e unidades e não houve quaisquer riscos à integridade física da comunidade acadêmica.

5. O UNINTA informa, por fim, que continua promovendo medidas para garantir a segurança de todos e que as atividades acadêmicas seguem a normalidade durante todo o dia de hoje.

Atenciosamente,
Centro Universitário Inta – UNINTA