DIREITO UNINTA: I Congresso Internacional do Pensamento Sistêmico nas Relações Jurídicas traz palestrantes internacionais

Fomentar pensamentos humanísticos e éticos em seus estudantes é o que baseia o Centro Universitário Inta (UNINTA) na busca de uma formação completa. Seguindo estes valores, a instituição realizou o I Congresso Internacional do Pensamento Sistêmico nas Relações Jurídicas e a VI Semana do Curso de Direito, com o tema “Conexão de Seres e Saberes na Construção de uma Nova Cultura Jurídica”. O evento aconteceu de forma híbrida, nos dias 20 a 23 de setembro e foi transmitido a partir do Auditório Central Oscar Spíndola Rodrigues para o canal oficial do UNINTA no Youtube. 

 

Com uma programação vasta, os acadêmicos puderam desfrutar de palestras com profissionais reconhecidos internacionalmente, como o Prof. Dr. Sami Storch, autor da expressão “Direito Sistêmico”, Juiz de Direito do Tribunal de Justiça da Bahia, Coordenador e docente do curso de “Pós-Graduação Hellingerschule de Direito Sistêmico®” pela Escola Hellinger® (Alemanha) e Faculdade Innovare (São Paulo), e do curso de Pós-Graduação em “Direito Sistêmico e Meios Adequados de Solução de Conflitos (MASC)” pela Faculdade Innovare (São Paulo). Autor do blog Direito Sistêmico®, e do livro “A origem do Direito Sistêmico”. 

O Coordenador do curso de Direito do UNINTA, Prof. Dr. Manoel de Castro Carneiro Neto explicou os fundamentos da temática. “O Direito Sistêmico se preocupa em promover a paz social, então quando nos deparamos com uma situação de caos, como o contexto pandêmico qual nos inserimos hoje, nos auxilia a encontrar uma saída justa para a maioria dos problemas jurídicos que temos nos deparado. Uso o exemplo que percebemos ao longo do período de isolamento social, onde diversas famílias se desintegraram, criando várias complicações de ordem familiar, em diversos aspectos, e o direito sistêmico, pautado pela compreensão do meio em que os integrantes estão envolvidos, nos dá a possibilidade de solucionar e de apaziguar essas questões de forma eficaz”, colocou.

De acordo com o Coordenador, o congresso explana os valores abordados pela instituição. “O tema escolhido é polêmico, ao mesmo tempo em que é extremamente importante, digo isto pois infelizmente alguns profissionais associam a ciência do direito como algo que deve ser litigado e o Direito Sistêmico vem na contramão desse pensamento, nos mostra que o diálogo empático consegue resolver os problemas de forma mais amena. E é essa visão humanista que tentamos empregar no curso de Direito do UNINTA e o nosso evento se agiganta a partir do momento em que resolvemos trazer para ele os principais nomes nacionais e os dois maiores internacionais para discutir acerca da temática.”

Ao final de sua fala, o Prof. Dr. Carneiro Neto agradeceu ao Chanceler do UNINTA, Dr. Oscar Spíndola Rodrigues Junior, pelo apoio na realização do momento. “O evento como um todo foi garimpado por muitas mãos e eu sou só agradecimentos pelo sucesso e suporte que tivemos da instituição, representada pelo nosso Chanceler, Dr. Oscar Rodrigues, pelo nosso Reitor, Prof. Daniel Rontgen Melo Spíndola Rodrigues, também pela nossa Diretora de Centro, Profa. Me. Eliza Angélica, que, como sempre, apoiaram as ideias que fortalecem a nossa compreensão do que é certo dentro da ciência do Direito e mais uma vez conseguimos realizar um evento de grande porte”, finalizou o coordenador.

Publicações recentes